Meio Almodóvar

Foi só um ensaio
Foi só um insight
Durou muito pouco
Doeu muito mais
Foi trailer de filme
Ensaio de orquestra
Foi jogo suspenso
No auge da festa
Foi curto e intenso
Canção de Caymmi
Foi meio Almodóvar
Foi meio Fellini
Foi como um cometa
No céu da cidade
Foi breve promessa
De felicidade
Eu morro de saudades do que era pra viver
E vivo da viagem de reencontrar você
Meus olhos do passado num futuro que nem sei
De tantas outras vidas
Mil pontos de partida
E todos os detalhes do que não aconteceu
Repetem o roteiro pra mostrar você e eu
O filme recomeça e nunca chega até o fim
E nessa nova vida
Não tem a despedida
Foi só a voz guia
Foi nem a metade
Foi estrela guia
Foi tanta verdade
Um mero rascunho
Mas foi divindade
Grafite no muro
Da minha saudade
Eu morro de saudades...


EU MORRO DE SAUDADE DO QUE ERA PRA VIVER com ele... Ele me encantou de maneira que eu não posso esquecer... Habita muito do que sou... Vive na minha fantasia e isso dói muito (às vezes).

Só que o grande lance, devo confessar, é que eu gosto que seja assim... É por ele que sofro... É dele que tenho saudade e é por ele que eu coloco aquela música, a nossa música, a música dele... Me pego sorrindo porque ouço a música que eu fantasiei que seria a música do nosso primeiro encontro. SIM, eu não o conheço, na verdade nunca o vi, sequer ouvi a voz que eu imaginava me fazer estremecer...

Ainda assim, com tudo isso que parece nada, eu o mantenho no mais morno lugar do meu coração. E olho pra ele e sei que ele me guarda (ainda que alguma coisa racional venha querer me envenenar com o contrário).

Aí, eu ouço uma música nova, que eu queria mandar pra ele, mas ele sumiu... Me deixou sem nunca ter estado comigo.

posted under |

5 comentários:

Alessandra Garuzzi disse...

!!!

O símbolo disse...

falar o quê?
Já m ganhou quando vi "Almodóvar" no texto, coisa meio tiete mesmo, mas é como falar de paixão.

A canção seria "Mora na filosofia" do Caetano.

Miss Veras disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nycole disse...

Noooossa mãe...

=)

Escritor sem classe disse...

Eu não diria melhor. Mas não considere terminado o que ainda nem começou. O delegado é bamba na delegacia, mas nunca fez samba e nunca viu Maria...

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

Total de visualizações de página

Followers


Recent Comments