Mais uma dose...

Será que é assim, palpitante e morno, só porque não se consumiu?
Eu já descrevi a lembrança dele como morna outras vezes... E descreve bem.
Não é menos amado agora que o grande mistério se foi... Talvez seja até mais amado.
Tão perto... Tão engraçado e incrivelmente encantador.
Eu leio o que ele escreve e ouço o que ele me diz sem palavras. Queria estar em sua vida e estou.
Tenho tanta e tão plena certeza disso que chego a sentir tristeza.
O dia comum, a rotina... As bebidas, as contas pra pagar.
Não precisava ser assim... Não?
De fato eu não tenho como saber... Ninguém tem.
A fantasia dele nunca me fez mal... Eu chorei de saudade do que não vivi várias vezes... Mas um choro de propósito...Com a música devidamente escolhida e um espelho para que eu visse o meu sofrimento por amor.
Porque, apesar de tudo que sei agora, eu não mudaria nada. 

Eu não bebo whisky, mas tomaria um agora...

posted under , |

1 comentários:

Mulheres disse...

"Queria estar em sua vida e estou." ... e mesmo assim não parece satisfatório. Eu tenho medo que as minhas fantasias e projeções nunca me deixem ser feliz por completo.

Flor

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

Total de visualizações de página

Followers


Recent Comments