Quando...

Quando a nossa sequerência se combina, eu tô pra experimentar coisa mais deliciosa.
Quando a gente tem que conversar, eu tô pra ouvir conversa mais singular.
Quando a gente se estranha, tô pra ver coisa mais cinza.
Quando a gente se alimenta, do outro ou de cuzcuz, eu tô pra conhecer maior apetite.
Quando a gente não se vê tô pra vivenciar uma saudade mais gostosa que essa.
Quando a gente se olha, e se entende pelo olhar, eu tô pra achar comunicação mais eficiente.
Quando ele me desafia, eu tô pra encontrar quem me dê mais coragem.
Quando ele me diz coisas que só ele mesmo é capaz de elaborar dentro daquela cabeça cheia de ideias, tô pra encarar maior desafio mental.

Experimentar, ouvir, ver, conhecer, vivenciar, achar, encontrar, encarar... São alguns dos nossos verbos.

Ele é, ele está. Não sei como chegou, não sei como permanece, não sei quando se vai...


Porque não importa muito... 

O que importa é que "esse amor não vai me levar a lugar nenhum! Ele é perfeito, é todo feito de hoje." (Zack Magiezi)



posted under |

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

Total de visualizações de página

Followers


Recent Comments