Alcatraz

Alcatraz que não me liberta
Porão devasto acusador
De úmidas paredes que sufocam
Dos monstros inquisidores que em mim habitam
Acusam e condenam em atos desumanos
Imersos nesse tribunal tirano.

Sem mais para o momento.

posted under |

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

Total de visualizações de página

Followers


Recent Comments